Notícia

Curso de Licenciatura em Informática da Uniuv é opção para professores de outras áreas

29/05/2008


Com o objetivo de atender aos anseios da comunidade, o Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv) modificou a formatação do curso de Licenciatura em Informática, ofertado desde 2001 pela Instituição. A nova estruturação do curso foi planejada para que licenciados em outras áreas possam ingressar na turma que terá início em julho.
O horário de funcionamento do curso, a forma de oferta de disciplinas e os conteúdos específicos foram alterados. A adaptação foi feita para que professores atuantes em outras áreas, mas que queiram adquirir habilidades para atuar na área de informática, continuem sua formação. De acordo com a coordenadora do curso, professora Edna Satiko Eiri Trebien, doutoranda em educação, o foco do curso mudou um pouco, será voltado para as disciplinas técnicas de informática, principalmente com a utilização de software livre, que vem sendo adotado pelos governos.
A reestruturação proporciona a conclusão do curso em 18 meses. As aulas serão às sextas-feiras, à noite, e, aos sábados, o dia todo, totalizando 12 horas semanais. O regime de oferta será por disciplina, completando com módulos de duas semanas, nas férias de julho e de janeiro. Os licenciados em outras áreas farão apenas as disciplinas específicas de computação, que diminuirá o tempo de conclusão do curso.
O professor Alexandre Unterstell, da Uniuv, é um exemplo de licenciado em Matemática, que se interessou pelo mundo da informática e decidiu unir as duas habilidades. “Não exerci por muito tempo a função de professor. Quando a Face (Faculdade da Cidade de União da Vitória, atualmente, Uniuv) criou o curso de Licenciatura em Informática, encontrei ali o caminho que queria seguir. Como já havia feito toda a parte pedagógica na outra graduação, precisei fazer apenas as disciplinas técnicas de informática”, conta.
Licenciado em Matemática e em Informática, Unterstell ampliou seu campo de atuação e, atualmente, leciona matemática e informática no Colégio Técnico de União da Vitória (Coltec) e nos cursos de graduação da Uniuv. “O curso de Licenciatura em Informática foi muito útil, aprendi a melhor maneira de utilizar a informática no processo ensino-aprendizagem, e agora, além de poder trabalhar como professor das duas disciplinas, também tenho a facilidade de utilizar os benefícios da informática em minhas aulas de matemática”, explica. Além das duas licenciaturas, o professor é especialista em Segurança de Redes e Banco de Dados Distribuídos.
Segundo o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Daltro José Nunes, doutor em informática e engenheiro eletricista, a ciência da computação é uma forte aliada de outras disciplinas. “A fusão da ciência da computação com as ciências biológicas, por exemplo, criou uma nova área, a bioinformática, mostrando que fenômenos biológicos seguem princípios computacionais”, afirma.
Em um artigo publicado na revista Gestão Universitária, Nunes afirma que em países desenvolvidos, os alunos da educação básica assistem às aulas de computação, por isso é necessária a formação de professores especializados nessa área, da mesma forma como é necessária a formação de professores de matemática ou física. E adverte que numa sociedade desenvolvida não se pode imaginar o cidadão ignorante em computação. “A computação é tão ou mais importante que química, física etc., até porque todo cidadão, no exercício de suas atividades profissionais, seguramente vai aplicar tecnologias da informação”, ressalta.
O curso de Licenciatura em Informática da Uniuv tem um corpo docente composto por especialistas, mestres e doutorandos, já formou seis turmas, está em funcionamento desde 2001, e foi reconhecido em 2007, pelo Decreto 3.107. Nesse curso, os formados adquirem também habilidades para atuarem fora do ambiente escolar, principalmente no desenvolvimento de tecnologias da educação. O professor Marcos Roberto Nielsen concluiu a formação de técnico em informática, no Coltec, e para complementar esses conhecimentos, cursou Licenciatura em Informática. Atualmente, leciona nesses dois cursos, além de Informática de Gestão; e, ainda, administra a informática de uma indústria madeireira da região. Segundo Nielsen, sem os conhecimentos adquiridos no curso de Licenciatura em Informática, dificilmente teria conseguido essas oportunidades.


por: UNIUV